Cândido - uma Poética Espiritual, por Aguinaldo Gabarrão

Foto
No dia 19 de julho de 2014 estreia, no Viga Espaço Cênico, o espetáculo CÂNDIDO, UMA POÉTICA ESPIRITUAL. O texto, um monólogo, é de Aguinaldo Gabarrão, que também o interpreta, e a direção é de Fabio Caniatto. A peça tem poemas de Cruz e Souza, Augusto dos Anjos, Tertuliano Inácio Reis e Manoel Rodrigues, estes dois últimos catireiros do triângulo mineiro, terra de Francisco Cândido Xavier. Em cena, Gabarrão desdobra-se em sete personagens que povoam o universo simbólico da relação entre mundos paralelos, algo comum na vida do médium, um homem emblemático, nascido em 1910 em Pedro Leopoldo, Minas Gerais.

SINOPSE

Cândido, o velho, ao final da vida, relembra passagens marcantes de sua trajetória. Quando criança, tem um profundo amor pelas estrelas e um forte desejo de ficar ao lado delas. Ao tornar-se um adolescente, cheio de dúvidas, não entende o que de fato acontece na relação entre vivos e mortos. Homem feito, amadurecido pelas lutas da vida, esquece-se de seus sonhos de criança.

Em todas essas fases, Cândido é acompanhado pelo inseparável amigo Isé, um malandro adorável de origem desconhecida e mais interessado nas coisas do mundo. Mas Cândido também irá deparar-se constantemente com “Todo Mundo”, sempre à espreita para pedir socorro, enganá-lo ou ridicularizá-lo.

Aguinaldo Gabarrão, instrutor do 1.º Ano do Curso de Educação Mediúnica do Centro Espírita Ismael, está convidando a todos para prestigiarem a peça de teatro, que estará em cartaz de 19/07 a 21/09, sábado às 21h e domingo às 18h, na Viga Espaço Cênico, Rua Capote Valente, 1323, próxima à estação Sumaré do Metrô.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Visitas (últimos 30 dias)

Pesquisa