O Espiristimo como tema principal.

Dando continuidade ao resumo das publicações, destacamos as duas revistas abaixo, com temas diretamente voltados ao Espiritismo. Em breve, durante as semanas,  traremos outras publicações de interesse. Agradecemos aos colegas que possam enviar colaborações neste sentido.
"Espiritismo&Ciência Especial" – Capa: 12 Questões sobre Espiritismo e o Mundo Futuro – nº 52 – 68 páginas – Destaques: (*) Como conciliar a necessidade de sobreviver num mundo materialista e a necessidade de nos transformarmos?" – (*) Qual deve ser a mudança básica em um mundo regenerado? – (*) O que é "arrebatamento", tanto no sentido religioso quanto no ufológico – (*) Qual pode ser, hoje e de maneira prática, o papel dos espíritas visando a um futuro melhor para o planeta? – (*) Como devemos agira para construir um planeta mais equilibrado? – (*) A mudança para um mundo regenerado realmente já começou? – (*) No futuro, será possível uma comunicação efetiva por meio de aparelhos entre a nossa dimensão e a do mundo espiritual? – (*) Existe hoje uma aproximação maior entre a nossa dimensão e a espiritual? – (*) O futuro do Espiritismo – Uma conversa entre Pedro Campos e Sonia Rinaldi sobre temas relativos aos futuro do Espiritismo, incluindo a participação da nova geração na mudança de paradigmas e os novos rumos possíveis – (*) Será possível no futuro que a Ciência passe a estudar mais profundamente as demais dimensões do Universo e da existência em outras dimensões? – (*) A pesquis e estudos de temas espíritas hoje têm a qualidade e a quantidade desejadas? – (*) Qual deve ser o futuro do Espiritismo e que ações ainda se fazem necessárias dentro da Doutrina? – (*) Será que hoje em dia os contatos com a demensão espiritual aumentaram?
"Revista Cristã de Espíritismo" –Capa: "As leis espirituais para ter uma vida plena" -  nº 100 – 50 páginas – Destaques: (*) Prosperidade – A vida dos seus sonhos é possível – Saia da posição de vítima da vida e assuma o controle da situação. Aprenda a mudar para consquitar a realização. – (*) Reforma Íntima: conhece-te a ti mesmo – O conhecimento de si mesmo é a chave da melhora individual e a reforma íntima é um processo contínuo de autoconhecimento e de autoanálise. – (*)  A transcedência do olhar – Aproprie-se das imagens, decodifique-as sem a pressa de julgar. – (*) Estudos iniciais sobre a mediunidade – Os conceitos básicos sobre mediunidade e o mundo espiritual, bastante pesquisados por Kardec. – (*) Transplante de órgãos – Sabemos que algumas repercussões negativas podem surgir com o transplante, mas não podemos nos esquecer de que a caridade é luz divina em nossos passos. (*) 6 etapas da transformação interior – A reforma íntima só é possível quando pararmos de entrar em litígio conosco e nos amarmos como somos. – (*) Conhecimento e religiosidade – Ao longo de milênios, por meio de seus enviados, o Plano Superior tem auxiliado a humanidade a renovar e ampliar seus conhecimentos. – (*) Comunhão dos Santos – Seria porque a doutrina da Comunhão dos Santos sugestiona a ideia espírita que a Igreja quase nada fala a respeito dela? – (*) Vícios além da morte – Entenda o tormento que vivem aqueles que levam para a vida espiritual as angústias do vício. – (*) Fundamentos Básicos da Doutrina Espírita – Kardec convida os interessados em conhecer o Espiritismo a submeter seus ensinamentos ao crivo da razão. – (*) Kardec e o materialismo – Kardec defendeu o Espiritismo quando alguns contraditores aceitavam que o fenômeno material existia, mas não admitiam a intervenção dos espíritos. – (*) A revolução da poltrona – As pessoas qerem mudanças sem mudar. Acham-se pacíficas, mas inércia não é paz, é comodismo!  - (*) Espiritualidade e autocura – A partir de um ponto de vista espiritualista, entendemos como o corpo possui uma natureza recriativa; a cada momento temos a possibilidade de reconstruir e reorganizar este sistema. – (*) Sofrimento humano – Depois de conscientizados de que a causa de nossas aflições está em nós mesmos, precisamos entender que elas se originam de duas fontes: uma têm causa na vida presente, e outras, em reencarnações passadas. – (*) Confucionismo – Apesar de não ser uma religião e sim uma doutrina social, nem por isso deixa de ser um caminho iluminativo.
./.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Visitas (últimos 30 dias)

Pesquisa