Grandes Médiuns


Os grandes médiuns não foram os maiores e nem os melhores. Eram assim cognominados, porque tinham grande capacidade de exteriorizar o ectoplasma que, segundo Richet, é a "expansão fluídica dotada de uma força mecânica inteligente". Submetidos a controles científicos, ganharam notoriedade pessoal, especialmente pelos fenômenos que provocavam: visuais (faíscas, luminosidades etc.); olfativos (vapores odoríferos); táteis (sensação de frio ou calor).

Para a British Society for Psychical Research (Sociedade de Pesquisas Psíquicas Britânica) – S.P.R. britânica –, a experimentação é a via científica de se chegar a uma verdade científica. O rigor era tanto que, se um médium fosse surpreendido em flagrante delito de fraude, era definitivamente excluído das investigações da sociedade.
Mais informações em: http://www.ceismael.com.br/tema/grandes-mediuns.htm

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Visitas (últimos 30 dias)

Pesquisa